Logo Ministério Fiel

ESTES SÃO OS ÚLTIMOS DIAS?

Os trechos apresentados abaixo, fazem parte do Livro "Estes são os Últimos Dias?", de R. C. Sproul.

Baixe o eBook completo no final da página!

O Dia e a Hora

Imagine receber uma chamada de um ladrão, às 4 horas da manhã. Ele lhe diz: “Vou ser bem claro. Quero que você saiba que hoje à noite, às 8 horas, vou entrar em sua casa e roubar suas coisas”. Se você o levar a sério, o que fará? Terá a polícia à espera do ladrão ou se armará para proteger sua família e seus bens. Jesus apresentou esta mesma ideia, ao continuar o seu discurso no Monte das Oliveiras.

“Mas, a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai. Pois assim como foi nos dias de Noé, também será a vinda do Filho do Homem. Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem. Então, dois estarão no campo, um será tomado, e deixado o outro; duas estarão trabalhando num moinho, uma será tomada, e deixada a outra. Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor. Mas considerai isto: se o pai de família soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria e não deixaria que fosse arrombada a sua casa. Por isso, ficai também vós apercebidos; porque, à hora em que não cuidais, o Filho do Homem virá (Mt 24.36-44).”

A questão se complica, quando chegamos a esta parte do discurso, e as dificuldades de interpretação não diminuem. Parece que Jesus mudou sua ênfase nesta altura do texto. Alguns comentaristas creem que, até o versículo 35, ele falara apenas sobre a destruição de Jerusalém. Mas nesta altura do texto, Jesus mudou sua atenção para assuntos concernentes à sua vinda final, no tempo da consumação de seu reino. Outros argumentam que as passagens anteriores, que se referem à vinda de Jesus em glória, não se referem à sua vinda no ano 70 d.C., e sim à sua vinda final e categórica no fim da história. Ainda, outros sustentam que Jesus estava seguindo um padrão profético do Antigo Testamento.


Às vezes, na profecia do Antigo Testamento, havia um cumprimento próximo, mas também um cumprimento final, no futuro. Esta passagem específica tem sido vista também como uma refutação à minha posição de que estas coisas já aconteceram no passado.


É importante lembrar que todo este discurso foi provocado pelo anúncio de Jesus, no sentido de que o templo seria destruído em Jerusalém. À luz deste anúncio, os discípulos lhe fizeram duas perguntas. Primeira: “Quando sucederão estas coisas?”, e segunda: “Que sinal haverá da

sua vinda e da consumação do século?”

Quando serão os

Últimos Dias?

Guerras e rumores de guerras, terremotos, desastres naturais, revoluções internacionais. Jesus disse que todas essas coisas precederiam sua volta, no fim dos tempos. Parece até que Jesus estava descrevendo nossa época atual. Mas será que ele estava mesmo prevendo os eventos que vemos diariamente nos jornais?


Neste volume da série “Questões Cruciais”, o Dr. R. C. Sproul examina a profecia de Jesus sobre o fim dos tempos para responder à importante pergunta: Estamos vivendo nos últimos dias? Talvez a resposta o surpreenda, mas este livro o ajudará a interpretar cuidadosamente as profecias de Jesus, enquanto o grande dia de sua volta é aguardado.


Conecte-se Conosco!

                    

Basta preencher o formulário abaixo para receber o eBook de R. C. Sproul

Copyright 2019 © Ministério Fiel